A influência da temperatura na Atividade Física

Os praticantes de atividade física, regularmente e com disciplina, consegue observar vários benefícios no corpo e na mente. O que muita gente não sabe, ou não leva em consideração, é que as condições de temperatura do ambiente influenciam diretamente os benefícios proporcionados pela atividade.



Quando praticamos qualquer tipo de exercício, costumamos transpirar, correto? O suor é um mecanismo de defesa do nosso organismo para manter a temperatura corporal ideal, que é na casa dos 36º e 37º. Mas, por que transpiramos tanto? Porque cerca de 75% da energia produzida com os movimentos da atividade física se transforma em calor em nosso organismo. Quando estamos nos exercitando em ambientes muito quentes, chegamos a perder cerca de 1 litro e meio de água somente com a sudorese. Por conta disso, é preciso tomar alguns cuidados ao fazer atividades físicas quando a temperatura ultrapassa a casa dos 30°C. A produção excessiva de suor compromete o mecanismo de perda de calor, assim como o funcionamento do nosso sistema cardiovascular e a nossa própria capacidade de fazer exercícios. Os principais sintomas que nos avisam que é preciso parar são: cãibra, exaustão, fadiga, tontura e até desmaio.


O clima frio também influencia a prática de atividades físicas, principalmente em relação ao rendimento. Quando ocorre uma queda da temperatura interna do nosso corpo (o que acontece nos dias frios), o organismo aciona um mecanismo de defesa que tem o intuito de restabelecer a temperatura normal. Esse mecanismo provoca um aumento na captação de oxigênio e uma redução do seu volume máximo. O efeito dessa combinação é o aumento do custo metabólico e consequentemente, uma queda em nosso desempenho. O resfriamento dos músculos provoca a redução da força e da potência. Por conta disso, algumas atividades são comprometidas por essa queda de temperatura, como as corridas em curta distância e os saltos.



Acredita-se que o aumento da viscosidade dos tecidos e a redução da velocidade de contração musculares sejam os principais fatores responsáveis por este problema. Além de influenciar de forma negativa o desempenho dos esportistas, o frio também pode gerar alguns outros problemas mais graves, como a hipotermia. Os principais sintomas são: fraqueza, fadiga, colapso e até a inconsciência. Portanto, ao praticar atividades físicas quando a temperatura estiver baixa, atente-se para algumas dicas:


Não se esqueça de fazer exercícios de aquecimento antes e desaquecimento depois da atividade.


Use roupas adequadas.


Beba bastante água e mantenha uma dieta a base de carboidratos, pois irão te ajudar no fornecimento de energia.

2 visualizações